Jornada Científica de Montanhismo

APRESENTAÇÃO

Com toda essa popularização do montanhismo, em suas várias modalidades (trekking, hiking, escalada em rocha, escalada indoor, mountain bike, bikepacking, corrida de montanha, entre outros) e o crescimento exponencial de esportistas, é visível a necessidade de eventos educativos e formadores de melhores praticantes. O montanhismo é um esporte de aventura, que envolve riscos e atividades em áreas remotas, além de necessitar um mínimo de conhecimento para que seja praticado de forma segura para o praticante e para o meio ambiente. A melhor instrução de montanhistas leva a um menor impacto ambiental e a um menor risco para quem o pratica, gerando menos acidentes e resgates. Além disso, muitas especialidades, como turismo, biologia, geologia, geografia, meteorologia, nutrição, educação física, entre outras, produzem trabalhos científicos específicos que são diretamente voltados às montanhas ou de grande interesse para os praticantes dos esportes que às envolvem. Visto isso, nunca houve um espaço onde esse tipo de trabalho pudesse ser apresentado, sendo o público o diretamente interessado em seus resultados e informações. Na primeira Jornada, com apenas 40 dias de divulgação, doze trabalhos científicos foram inscritos e apresentados, e os anais do evento estão registrados na Biblioteca nacional.

observações
propósito

Informar, capacitar e integrar praticantes de esportes de montanha, incentivar a produção científica relacionada ao montanhismo e ajudar projetos que envolvam o esporte.

observações
missão

A formação e capacitação de montanhistas torna a atividade mais segura e prazerosa, além de que o despertar da consciência ambiental torna esses praticantes aliados na preservação da natureza. Embasados e estimulados por trabalhos cientificamente comprovados, damos mais seriedade ao esporte e despertamos a atenção de instituições governamentais ou não para nossa causa.

observações
visão

A informação direcionada e a integração de todos os praticantes de esportes de montanha torna o grupo mais sólido, sério e representativo.

observações
valores

Integração entre montanhistas, produção e disseminação de conhecimento, preservação ambiental.

observações
FATOS IMPORTANTES

O projeto conseguiu, em sua primeira edição, doar o lucro do evento para a confecção do Livro do Centenário do Centro Excursionista Brasileiro – CEB, o clube de montanhismo mais antigo do Brasil. O livro tem data de lançamento prevista para novembro de 2019, quando o CEB competa 100 anos.

observações
histórico

A Jornada nasceu, após frequentarmos muitos eventos de montanhismo, da ideia de criar um espaço com aulas e trabalhos para capacitar montanhistas de todas as tribos. Inicialmente seria um evento pequeno, onde nos juntamos, alguns amigos com interesses comuns, para organizar. Após iniciarmos uma discreta divulgação, já que seria para no máximo 30 pessoas, o atual diretor da Rio Convention Visitors Bureau, que já foi montanhista, gostou da ideia e nos ajudou a impulsionar o projeto para a atual Jornada, tendo em 40 dias de organização 92 inscritos e 12 trabalhos científicos apresentados. O Governo do Estado do Rio também nos apoiou, tornando a Jornada parte do calendário estadual de atividades até 2021 e nos convidando a participar de eventos de cunho governamental sobre turismo de aventura. A Segunda Jornada virá num formato mais maduro e profissional, prometendo muito conteúdo, aprendizado e ciência, visto que a Universidade Federal Fluminense, através da Faculdade de Turismo e Hotelaria, está apoiando o evento e colaborando com toda a estruturação da parte científica.

observações
Início das atividades:
2019
Parceiro WAS desde:
2019
Última atualização:
30/7/2019
observações
vídeos

A Jornada nasceu, após frequentarmos muitos eventos de montanhismo, da ideia de criar um espaço com aulas e trabalhos para capacitar montanhistas de todas as tribos. Inicialmente seria um evento pequeno, onde nos juntamos, alguns amigos com interesses comuns, para organizar. Após iniciarmos uma discreta divulgação, já que seria para no máximo 30 pessoas, o atual diretor da Rio Convention Visitors Bureau, que já foi montanhista, gostou da ideia e nos ajudou a impulsionar o projeto para a atual Jornada, tendo em 40 dias de organização 92 inscritos e 12 trabalhos científicos apresentados. O Governo do Estado do Rio também nos apoiou, tornando a Jornada parte do calendário estadual de atividades até 2021 e nos convidando a participar de eventos de cunho governamental sobre turismo de aventura. A Segunda Jornada virá num formato mais maduro e profissional, prometendo muito conteúdo, aprendizado e ciência, visto que a Universidade Federal Fluminense, através da Faculdade de Turismo e Hotelaria, está apoiando o evento e colaborando com toda a estruturação da parte científica.

observações
one world, one life, one great adventure