Mangistau visto do céu

Por

Roy Rudnick e Michelle Weiss

Quando eu viajava a São Paulo, eu pernoitava geralmente na casa do amigo Raul Stolf, companheiro de paraquedismo de longas datas. Ele também fez uma viagem de volta ao mundo mochilando, então, assim como eu, gostava de fotografia. Numa dessas ele me mostrou um livro fotográfico chamado Eyes Over Africa, de Michael Poliza. O livro era tipo mesa, grande, capa dura, impresso em alta qualidade, com fotografias que Michael Poliza fez da África (do Egito à África do Sul) em uma perspectiva diferenciada, vista do alto, ou seja, de um helicóptero. As imagens das paisagens, animais e povos africanos ocupavam as duas paginas do livro e eram simplesmente maravilhosas. Enquanto eu folhava, lá no fundo, uma paixão se aflorava em minha mente. “Ok Roy, mas, pé no chão, como isso seria possível? Malmente vai dar conta de construir um carro para sua segunda volta ao mundo, agora quer ir de helicóptero?” De volta em São Bento do Sul, quando encontrei a Michelle, a primeira coisa que falei foi sobre o livro. Tentei descrevê-lo, mas percebi que a única forma dela ver aquela beleza seria presenteando-a com o livro no Natal. Comprei pela internet, mas para minha infelicidade, o livro, que não foi barato, chegou acompanhado de uma fatura de 100% do seu valor de imposto; livro é isento de imposto de importação em nosso país. A livraria americana não destacou na fatura que se tratava de um livro, então a Receita Federal o caracterizou como um produto tributável. Achei injusto e devolvi o pacote e solicitei o reembolso. Para a Michelle, naquele Natal, dei apenas um vale livro de presente. Passado esse evento, num domingo de manhã, quando assistíamos um programa de esportes na TV, vimos a reportagem de um brasileiro tentando quebrar o recorde de altitude em um paramotor. Nem sei se ele conseguiu, pois minha atenção foi direcionada para a aeronave que ele usava, que até então eu desconhecia. Aparentava ser leve, desmontável e fácil de decolar; precisava apenas caber em um porta-malas. O livro O Segredo fala que as coisas acontecem pela lei da atração. De tanto eu vislumbrar o tal do paramotor, o sonho passou a se desenrolar. As fotos desta galeria são a prova de que se realmente queremos algo, isso já é meio caminho andado para sua realização. Elas foram tiradas quando a Michelle e eu nos deparamos com uma natureza mais do que exuberante no cantinho sudoeste do Cazaquistão - o Mangistau -, no decorrer da nossa segunda viagem de volta ao mundo de carro.
Roy é administrador, Michelle é arquiteta, mas a partir de certo momento em suas vidas, quando o trabalho entre quatro paredes não lhes proporcionava mais tanta satisfação, criaram coragem e largaram a vida trivial. Decidiram procurar no mundo as suas verdadeiras paixões e realizaram duas viagens de volta ao mundo de carro. O projeto de vida do casal foi intitulado: Mundo por Terra.
TAGS
mundo por terra, manguistau, volta ao mundo, world traveling, overlanding, casal, exploração, 4x4, off-road, land rover, expedição, latitude 70º, mundoporterra, worldbyland, latitude70, overland, overlander, explorer, worldtrip, asia, asiacentral, centralasia, voltaaomundo, voltaaomundodecarro, kazakhstan, cazaquistao, manguistau, mangystau, paramotor, imagemaerea, aventura, voo, parapente
Copyright © 2016 Roy rudnick e Michelle F. Weiss. Todos os direitos reservados.
canal WAS
outras galerias que voCÊ vai curtir
uma foto, uma história... embarque na aventura!
fotógrafos e cinematógrafos da was
one world, one life, one great adventure